Meio ambiente


Agência Focaia
Reportagem
Pedro Rezende
Vasco Aguiar 

    Foto: Vasco Aguiar


Com a preocupação sobre a preservação do meio ambiente, a Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Universitário Araguaia (UFMT/CUA), desenvolve o projeto acadêmico “Sensibiliza UFMT Araguaia”, orientado pelo professor do curso de matemática, Daniel Guimarães. O objetivo do trabalho é conscientizar a comunidade universitária em relação ao uso de produtos recicláveis e reutilizáveis. Ao longo do ano foram realizados diálogos entre os idealizadores do projeto e comunidade acadêmica, com orientações e políticas de incentivo e circulação de copos reutilizáveis no espaço universitário.

Guimarães considera importante o modo de se relacionar com o planeta, “hoje é inaceitável uma região como a nossa, tendo Barra do Garças, Pontal do Araguaia e Aragarças, com aproximadamente 100 mil habitantes, produzir mais de 100 mil quilos de lixo por dia, resíduos sólidos e orgânicos”. Ele diz que seria ideal reciclar e tratar os lixos orgânicos e, observa que a população no Vale do Araguaia não pratica nenhuma das duas ações.

O estudante de engenharia civil, Marcos Aurélio Rodrigues, explica que a ideia inicial era implantar as canecas como medida alternativa aos copos descartáveis utilizados no Restaurante Universitário (RU). Segundo o professor orientador, vários grupos de estudantes perceberam a necessidade de “evitar os descartáveis e tentar produzir menos resíduos sólidos”. Ele destaca a importância de estabelecer um plano de ações concretas que altere o hábito de uso dos descartáveis dentro do campus. Abaixo foto, com Professor Daniel Guimarães e a aluna Carmem Torres durante ato de conscientização ambiental no RU.
Foto: Divulgação
Rodrigues afirma que o projeto Sensibiliza vai muito além dos copos, “a consciência de preservar o meio ambiente leva as pessoas a se preocuparem com outros tipos de lixo sólidos, fora do meio acadêmico”. 

Estudante de engenharia de alimentos, Carmem Torres Guedes, chama atenção para o fato de que a universidade recebe estudantes do Brasil inteiro e esse conhecimento alcança horizontes maiores que o vale do Araguaia.  Guedes acrescenta, “o governo deveria ter uma participação muito maior nas ações com o meio ambiente”. Como avalia, isso ajudaria o desenvolvimento de um senso crítico a respeito da preservação do meio ambiente. 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem.